Silimarina ou Cardo Mariano: conheça as ações benéficas no organismo

Já ouviu falar na Silmarina e o que ela faz? Cada vez mais comuns na rotina de diversos indivíduos, o uso de suplementos ou de tratamentos por fitoterápicos crescem diariamente, principalmente pela maior preocupação das pessoas em cuidarem de sua saúde e de seu bem-estar após a pandemia da Covid-19, que abriu os olhos de muita gente para essa questão.

 

A presença de fitoterápicos na rotina de inúmeros indivíduos já se tornou comum, ainda mais pelo fato de que, quase sempre, não apresentam efeitos colaterais e demonstram inúmeros benefícios ao organismo. Um desses fitoterápicos é a Silimarina ou Cardo Mariano, que tem papel importante em inúmeras doenças e apresenta ação antioxidante.

 

O uso do composto de Silimarina ou Cardo Mariano cresceu bastante com o passar dos anos. Quando utilizado em forma de cápsula, esta planta atua diretamente em diversos problemas do fígado ou doenças como a própria hepatite, a cirrose ou condições específicas da vesícula biliar.

 

Com grande eficácia no tratamento e na prevenção destas doenças, a Silimarina é um composto retirado diretamente da planta Cardo Mariano, capaz de impedir quaisquer danos que os radicais livres podem causar nas células. Quer saber mais sobre a Silimarina ou Cardo Mariano e quais são as suas ações benéficas em nosso organismo? Acompanhe nosso texto!

 

O que é o Cardo Mariano?

O Cardo Mariano é uma planta que pertence à família Asteraceae, ou seja, das margaridas, e tem como nome científico Silybum marianum. Seu nome foi originado como uma homenagem à Virgem Maria, pois dizem as lendas que uma gota de seu leite materno foi derramada sob um cardo, por isso há um desenho na superfície da folha da planta bem como veias brancas.

 

Justamente por conta disso, o Cardo Mariano é associado até os dias atuais com a imagem da santa.

 

Cultivada antigamente na Europa como um vegetal, suas sementes eram bastante utilizadas como remédios para inúmeras doenças, em especial aquelas que acometem o fígado. Com o tempo, a planta se espalhou ao redor do mundo e pode ser encontrada em diversas regiões.

 

Quais suas características?

A planta de Cardo Mariano tem uma estrutura bem robusta e pode chegar até 3 metros de altura. Sua cor é verde clara, quase um pálido. Já suas folhas são bem largas, com espinhos e desenhos com aspecto de veias brancas em sua superfície.

 

Quando suas folhas são cortadas, nota-se uma seiva branca e leitosa que sai delas. Já as suas flores são bem grandes, com espetos em sua superfície e com coloração que varia entre o roxo e o magenta.

 

O que é a Silimarina?

Bom, a Silimarina é o nome que damos para o extrato retirado da planta Cardo Mariano, encontrada em suas plantas, sementes e nas suas flores. Trata-se de uma mistura de flavonoides composta por quatro princípios ativos: silibinina, isosilibinina, silicristina e silidianina, onde a silibinina é a mais presente, em 50% a 90%.

 

Ela é responsável por ajudar em inúmeros problemas do fígado, causados por certas toxinas ou pelo próprio álcool. Além disso, apresenta ação antioxidante e combate o efeito negativo causado pela ação dos radicais livres nas células do nosso corpo, ou seja, atua na prevenção do envelhecimento delas.

 

Quais são seus benefícios para o fígado?

A Silimarina ou Cardo Mariano é responsável por diversas ações no fígado, dessa forma, ela serve como uma agente de proteção ao órgão. Ou seja, a Silimarina apresenta uma ação que podemos chamar de hepatoprotetora, que age em inúmeras doenças e condições do fígado.

 

O Cardo Mariano auxilia no tratamento de diversas doenças do fígado, tais como a hepatite, icterícia, cirrose, presença de gordura, necrose, degeneração, dentre outras. Isso ocorre porque o composto estimula a regeneração celular do tecido hepático.

 

 

Através do estímulo da produção de proteínas dos hepatócitos e de outras células hepáticas, o que consequentemente faz com que elas se reproduzem de forma mais rápida e recupere todo o tecido lesionado. E justamente devido a este estímulo, há um aumento na secreção da bile, que auxilia na digestão.

 

Os benefícios da Silimarina ou Cardo Mariano ao fígado não param por aí! O composto também protege o nosso órgão de diferentes formas de intoxicação ao quando se ligam em receptores específicos das membranas celulares dos hepatócitos. Dessa forma, a Silimarina impede que as substâncias tóxicas se liguem a eles e bloqueia sua ação.

Silimarina ou Cardo Mariano: como funciona sua ação antioxidante

Além de apresentar benefícios ao fígado, a Silimarina ou Cardo Mariano possui também ação antioxidante. Ele atua no retardamento da oxidação de nossas células através das ações dos radicais livres, assim previne o envelhecimento precoce ou certas inflamações que podem ocasionar em futuras doenças.

 

O composto é responsável por fazer a neutralização desses radicais livres e por proteger o nosso corpo contra os efeitos da oxidação. É interessante ressaltar que o efeito antioxidante da Silimarina ou Cardo Mariano é 10 vezes mais potente do que o que é visto pela Vitamina E. Ou seja, além de proteger o fígado, o composto protege também outros órgãos e as células sanguíneas.

 

Células sanguíneas

Assim como a Silimarina ou Cardo Mariano protege as células dos órgãos contra a oxidação, ela também protege as células sanguíneas. Não só isso, como o composto também ajuda na regulação da ferritina no sangue, de forma que previne a sua taxa elevada na corrente sanguínea.

 

Cérebro

A ação antioxidante da Silimarina ou Cardo Mariano ajuda na prevenção e no tratamento de  diversas doenças degenerativas deste órgão, como por exemplo o Alzheimer. Além disso, ele também é responsável por recuperar a capacidade cognitiva e de memória.

 

Coração

Ao controlar o metabolismo da gordura em nosso organismo por meio de sua ação antioxidante, a Silimarina ou Cardo Mariano ajuda no controle do colesterol e na prevenção da aterosclerose.

 

Pâncreas

O pâncreas também é protegido pela Silimarina ou Cardo Mariano, tanto pela oxidação como também pela ação de substâncias tóxicas. Além disso, o composto pode ser usado também em pacientes com diabetes, pois melhora o metabolismo da glicose no órgão.

 

Rins

Quando presente nos rins, a Silimarina ou Cardo Mariano apresenta também papel de regeneração celular, previne intoxicações no órgão e a deficiência do mesmo, principalmente quando causada pela diabetes.

 

Silimarina ou Cardo Mariano com ação antitumoral

Inúmeros estudos foram feitos para provar que a Silimarina ou Cardo Mariano apresentam ação contra certos tipos de tumores, e os resultados foram bastante promissores com certos tipos, como: câncer de boca, próstata, mama, fígado, pele, bexiga e cólon.

 

Segundo as pesquisas, o composto promove a inibição das células cancerígenas e faz com que o tumor regride. Não só isso, mas o composto pode ser usado também para prevenção e como coadjuvante no tratamento, pois auxilia na redução dos efeitos colaterais dos remédios utilizados no tratamento para o câncer.

 

Silimarina ou Cardo Mariano com ação anti-inflamatória e imunomoduladora

Outro grande benefício da silimarina é a modulação que ele faz em nosso sistema imunológico! Isso ocorre, pois o composto consegue controlar a quantidade de óxido nitroso produzida pelos neutrófilos.

 

Quando em excesso, esse óxido nitroso ataca não somente os invasores como também as nossas células. Logo, esse controle se torna importante para não causar dano às células saudáveis.

 

A silimarina também atua nas bactérias do nosso intestino e age diretamente no nosso sistema imunológico, de forma que melhora a saúde gastrointestinal e auxilia na regulação da microbiota intestinal. Logo, o composto pode ser usado tanto em doenças inflamatórias como também imunológicas.

 

Contraindicações da Silimarina ou Cardo Mariano?

Por mais que se trate de um produto natural, o composto pode provocar efeitos colaterais caso usado em exagero e não é indicado para todos os públicos. Seu uso é contraindicado em hipertensos, gestantes, lactantes, crianças sem indicação médica e pessoas alérgicas  ao composto.

 

O uso de Silimarina ou Cardo Mariano não produz efeitos colaterais até a dose máxima de 1500 mg por dia. Após isso, pode provocar certos efeitos laxativos por conta do aumento na produção de bile pelo fígado.

 

 

Como consumir Silimarina ou Cardo Mariano?

A Silimarina ou Cardo Mariano pode ser consumida tanto na forma de chá como em cápsulas. Caso seja feita a suplementação por meio das cápsulas, o indicado é tomar uma cápsula de 200mg na primeira refeição do dia e outra antes de dormir.

 

Diante de inúmeros benefícios, a Silimarina ou Cardo Mariano se mostra como uma excelente aliada na saúde do nosso fígado, assim como de outros órgãos em geral, graças a sua ação antioxidante. Por isso, sua suplementação é uma boa ferramenta para garantir o correto funcionamento do nosso organismo, quando bem indicada.

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Saúde no nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Postagens

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Fitness no nosso blog.