Gostou do post? Ajude-nos votando nas estrelas AQUI Abaixo 👇

Ômegas 3, 6 e 9 – conheça as diferenças e os benefícios da suplementação desses ácidos graxos

Certamente você já ouviu falar do famoso Ômega 3 – a conhecida “gordura boa” proveniente de peixes e frutos do mar, porém pouca gente sabe de fato o que ele faz no organismo e porque a suplementação é necessária. Além disso, a popularização deste produto pode fazer muita gente imaginar que a “família dos Ômegas” é uma criação comercial. Na verdade, cada um dos ácidos dessa linha possui uma característica única e todos trabalham em conjunto para atender as necessidades do organismo. Outra informação pouco conhecida é que o equilíbrio entre essas gorduras no organismo é fundamental para que os benefícios promovidos pelo suplemento façam o efeito satisfatório. Conheça mais sobre cada um desses óleos e saiba porque a suplementação de Ômega 3, 6 e 9 pode ser muito benéfica à saúde.

Entendendo as diferenças.

Tanto Ômega 3 quanto o Ômega 6 são classificados como ácidos graxo poli-insaturados – esse nome complicado significa que esse tipo de gordura é essencial, ou seja, não produzida pelo nosso organismo e precisa ser adquirida através da alimentação para garantir que corpo funcione bem. Eles são responsáveis, entre outras coisas, pela manutenção da saúde cerebral. O tipo 3 está associado à melhora das funções cognitivas, de aprendizado e de memória graças ao favorecimento da comunicação neural – além disso existem evidências de que esse ácido graxo exerce papel importante na prevenção de doenças degenerativas do cérebro, como o Mal de Alzheimer. Já o Ômega 6 está associado à redução do colesterol ruim (LDL) e a prevenção do entupimento de artérias. Quando você têm quantidades suficientes desses dois ácidos graxos no organismo, o corpo produz em pequenas quantidades o Ômega 9 – gordura mono insaturada responsável pela melhora da condição circulatória e associado à prevenção de doenças cardiovasculares.

Porque a suplementação é importante

O peixe é diretamente associado como fonte desse tipo de gordura, porém, na maioria dos casos, a inclusão deste e outros frutos do mar na alimentação não é suficiente para atingir a quantidade necessária do nutriente. A sua carne é, indiscutivelmente, mais saudável do que a carne vermelha, porém apenas peixes que vivem em regiões nórdicas, em águas frias e profundas, possuem níveis consideráveis de Ômegas em sua carne. Isso se deve à alimentação desses animais, que têm sua dieta baseada em krills e determinados tipos de algas – o que não ocorre com peixes pescados ou criados em cativeiro em nossa região. Apenas alguns peixes encontrados aqui têm a presença desses ácidos graxos, como é o caso da sardinha e o salmão, mesmo assim em quantidades muito pequenas.

Uma forma mais eficiente de conseguir suprir essa necessidade através da alimentação é o uso de óleos vegetais. Todos eles, especialmente o de soja e de milho, possuem quantidade satisfatória de Ômegas 3, 6 e 9 e podem facilmente serem incluídos na dieta, no preparo de saladas e das próprias refeições. O ideal é que haja uma variação entre os tipos de óleos pois a presença do tipo de Ômega é diferente para cada um deles. Por isso, em muitos casos a suplementação é uma forma prática e segura de incluir esses ácidos graxos na dieta. Além de permitir o controle da quantidade ingerida, é possível evitar o abuso do consumo de gordura – o que pode levar ao ganho de peso e outros problemas de saúde. Atualmente existem diversos produtos que já possuem a combinação dos 3 Ômegas de forma equilibrada e capaz de atender as necessidades diárias do organismo. Agora sabemos que o equilíbrio entre essas “gorduras boas” pode ser fundamental para atingir os benefícios potenciais dos Ômegas, sendo assim é importante manter uma alimentação equilibrada e, com a recomendação de um nutricionista, fazer uso da suplementação como aliada à saúde.

Visite o site da Nature Center e compre seu Ômega 3, 6 ou 9 como suplementação 

Compre na Nature Center Suplementos Funcionais e para saúde

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Saúde no nosso blog.

Deixe um comentário