Tag: frutas cítricas

Alimentos Ricos em Vitamina C

Quando se fala em uma alimentação mais saudável, normalmente o que quer se dizer com isso é falar de uma alimentação balanceada, que seja seja equilibrada entre carboidratos, proteínas e em destaque vitaminas e minerais.Dentre as vitaminas que o nosso corpo precisa, a Vitamina C provavelmente é uma das mais práticas para serem consumidas no dia a dia, com uma grande variedade de fontes e uma riquíssima diversidade de sabores que podem ser incluídas na dieta.Até por isso, saber as fontes de vitamina C é algo muito importante para qualquer pessoa que está em busca de ser saudável. A Vitamina C contribui para o bom funcionamento do sistema imunológico, também contribui para o reparo dos tecidos danificados, para prevenir o envelhecimento precoce e até mesmo para o bom funcionamento do cérebro {linkar texto vitamina c para que serve}.Conhecer as principais fontes dessa vitamina e saber incluí-las de maneira adequada na alimentação é o primeiro grande passo para que você possa ter uma alimentação e uma vida realmente saudável.

Alimentos com Vitamina C

Frutas e vegetais podem ser facilmente citadas como as maiores e mais efetivas fontes de Vitamina C. Por isso, focar na alimentação com esse tipo de alimento é um grande passo para aumentar o consumo desse nutriente tão importante em sua dieta.
Alimentos com Vitamina C fonte: Freepik.
Alimentos com Vitamina C fonte: Freepik.
Um ponto positivo de incluir com frequência frutas e vegetais na alimentação é que quando você come menos alimentos processados, naturalmente estará ingerindo mais nutrientes importantes e menos substâncias prejudiciais para o seu corpo.Além disso, esses alimentos também trazem uma série de benefícios e nutrientes que se complementam entre si, proporcionando uma mais efetiva e abrangente absorção de vitaminas e minerais. Uma alimentação o mais natural possível seria a melhor forma de garantir uma nutrição segura, completa e saudável. Abaixo, poderemos relacionar exemplos de alimentos ricos em Vitamina C.

Pimentas

Uma fonte surpreendentemente rica e até mesmo subestimada são as pimentas em geral. Uma pimenta verde contém em média 109 miligramas de Vitamina C, quantidade que corresponderia a cerca de 121% da ingestão diária recomendada. Pimentas vermelhas contém, em média, 65 miligramas, o que corresponde a 72% do recomendado. (1, 2)Além disso, o composto que dá às pimentas o seu sabor picante característico, a capsaicina, tem numerosos benefícios. Algumas pesquisas mostram que essa substância seria capaz de reduzir casos de dor crônica e riscos de inflamação no corpo (3). Segundo pesquisas, haveria também certa evidência de que algumas substâncias presentes nas pimentas ajudam na queima de gordura. (4)

Pimentões Amarelos

Os pimentões também são uma rica fonte de Vitamina C. Ao contrário das pimentas, no entanto, a quantidade dessa vitamina presente nos pimentões tende a aumentar à medida que eles amadurecem. Assim, os pimentões amarelos são a melhor fonte de vitamina, nesse caso.Apenas 75 gramas de pimentão amarelo contém 137 miligramas da Vitamina C, o que corresponde a 152% do valor diário mínimo necessário (5). Esse valor seria o dobro da quantidade encontrada nos pimentões verdes.Estudos feitos com o aumento da ingestão dessa vitamina a partir dos pimentões mostram a importância de ter uma ingestão diária saudável. Uma pesquisa feita com cerca de 300 participantes do sexo feminino teria descoberto que aquelas com hábitos de praticar um maior consumo de vitamina C na dieta tiveram um risco 33% menor de desenvolver catarata, quando comparado àquelas com menor ingestão. (6)

Couve

A couve é um vegetal do grupo dos crucíferos. Essa família de plantas abriga um grande número de alimentos saudáveis, riquíssimos em uma grande variedade de nutrientes e fibras. Recomenda-se fortemente que eles façam parte de qualquer dieta.Uma xícara de couve cortada crua contém cerca de 80 miligramas de vitamina C, o que chega a quase 90% da ingestão diária mínima recomendada. Estão presentes neste vegetal, também, quantidades consideráveis de de vitamina K, além dos carotenóides luteína e zeaxantina, que se transforma na Vitamina A em nosso corpo. (7)Geralmente, o cozimento desses vegetais reduz um pouco a quantidade de vitamina por grama. Porém, estudos correlacionaram o preparo, seja através do cozimento ou fritura, a um aumento na quantidade de antioxidantes disponíveis para ingestão. Essas substâncias poderosas ajudam a reduzir doenças inflamatórias e crônicas. (8)

Frutas ricas em Vitamina C

A vitamina C tem uma característica marcante em relação a diversos nutrientes: ela integra o quadro nutricional de uma grande maioria das frutas. Em menor ou maior quantidade, é possível encontrar esse nutriente em praticamente qualquer fruta, seja ela uma das que comemos no nosso dia a dia ou mais exótica.
Frutas ricas em Vitamina C Fonte: Freepik.
Frutas ricas em Vitamina C Fonte: Freepik.
Mesmo assim, é importante saber quais frutas têm um maior percentual desse nutriente. Toda fruta também tem calorias, então por mais que você deva sempre comer uma boa quantidade de frutas diariamente, é importante conhecer as que são mais nutritivas e então tomar passos necessários para que essas sejam priorizadas em nossa alimentação. Assim, podemos obter a maior quantidade de nutrientes com o menor teor calórico possível. Isso é especialmente importante em dietas de emagrecimento.

Frutas Cítricas

Quando alguém menciona as fontes Vitamina C, normalmente se falaria de frutas cítricas. Uma fruta muito presente no cardápio dos brasileiros, a laranja, bem como outras frutas cítricas possuem diversos benefícios e o seu alto teor desse nutriente é apenas um deles.Uma laranja de tamanho médio possui cerca de 70 miligramas dessa vitamina, o que seria o equivalente a mais ou menos 78% do valor mínimo recomendado. As acerolas, outra fruta cítrica bem conhecida no Brasil, possui ainda mais desse nutriente, proporcionalmente.As outras frutas cítricas também possuem quantidades significativas de vitamina C. Tangerinas, diferentes tipos de limões, outras frutas como abacaxi e podemos citar até mesmo frutas um tanto quanto diferentes em algumas regiões do Brasil como o caju ou exóticas como a toranja são excelentes opções para obter esse nutriente.

Goiaba

A goiaba é uma fruta conhecida por ser típica de países como o México e estar presente em diversas regiões da América do Sul. Ela é certamente conhecida por muitos brasileiros e seria uma das frutas mais ricas em vitamina C, apresentando ainda em sua composição outras substâncias importantíssimas.Ela possui uma carne vermelha e costuma ser bem doce. É rica em fibras e no antioxidante licopeno. Além disso, uma única goiaba conteria cerca de 126 miligramas de Vitamina C, o que corresponde a incríveis 140% do valor diário recomendado. Ou seja, uma única goiaba seria eficaz em suprir as necessidades diárias médias de uma pessoa saudável dessa vitamina. (9)Além disso, diversos estudos mostram os benefícios da goiaba. Nos Estados Unidos, um estudo que durou cerca de 6 semanas e contou com a participação de 45 pessoas saudáveis teria descoberto uma correlação entre o consumo diário de goiaba e uma grande redução nos casos de pressão alta e nos níveis totais de colesterol (10).Isso pode estar ligado ao grande potencial das vitaminas presentes na goiaba em combater a retenção de líquido, que tende a aumentar a pressão sanguínea. Além disso, um dos benefícios diretamente relacionado ao valor de fibras presente nessa fruta seria a redução de LDL, o colesterol ruim. 

Conheça 5 alimentos que diminuem o colesterol

Colesterol é um grande problema para a saúde, quando está em altas taxas, por não possui nenhum sintoma físico, é muitas vezes considerado uma doença silenciosa.É causado, normalmente, por excesso de álcool, muito carboidrato ou gordura nas refeições ou até mesmo histórico familiar.No entanto, existem dois tipos de colesterol, definidos como:Colesterol HDL (Lipoproteína de Alta Densidade) que transporta o colesterol das artérias levando até o fígado para ser eliminado pelo corpo, por isso é conhecido como o colesterol bom.Já o colesterol LDL (Lipoproteína de Baixa Densidade) é o que se acumula nas paredes arteriais, transportando o colesterol do fígado às células, trazendo alguns problemas de saúde, como por exemplo, infarto ou pressão alta, além de outras consequências.

Como reduzir o colesterol ruim?

Entretanto, se a alimentação é uma das causas que podem levar alguém a ter colesterol ruim, é por meio dela que também muda esse quadro.Alguns alimentos tem a capacidade de diminuir o nível de gordura no organismo.Veja alguns:

Aveia

Alimentos quem contem fibra solúvel ajudam a tirar o colesterol ruim para fora do corpo. Neste caso, consumir uma porção de aveia por dia ou cereais com aveia ajudam nesta tarefa para eliminar essas gorduras que fazem tão mal ao organismo.Pode ser consumido até mesmo com frutas, muitas pessoas que aderem ao consumo de aveia na dieta para ajudar no emagrecimento, misturam com bananas ou morangos, por exemplo.

Berinjela

A berinjela é indicada na alimentação de quem possui colesterol alto, pois, o legume é rico em fibras que alteram a absorção das gorduras, eliminando parte delas pelas fezes.Por isso quando se fala em manter o nível de colesterol é recomendado o consumo deste alimento. Além disso é rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, contribuindo com a prevenção de algumas doenças, como as cardiovasculares ou diabetes.

Frutas

As frutas são importantes na alimentação, pois elas são muito nutritivas e quanto mais o consumo for variado, melhor será para a saúde.O abacate, por exemplo, tem ácido oleico que é aliado do organismo e age contra a ação do LDL, além de proteger o coração contra infartos, entupimentos de veias, trombose, entre outras doenças.Frutas cítricas possuem fibras solúveis e junto com o teor elevado de vitamina C, ajudam a reduzir o colesterol ruim.

Oleaginosas

As oleaginosas, além de serem variadas e agradarem diversos paladares, fazem muito bem a saúde.Esse grupo de alimentos (castanha, nozes, amêndoas, entre outros) possui gordura poli-insaturadas, sendo assim, também ajudam a eliminar o LDL, diminuindo a circulação do colesterol ruim no sangue.

Vinho tinto seco

Para quem possui colesterol, um bom vinho também cai bem. A casca da uva possui resveratrol e o álcool, durante o processo de fermentação, consegue concentrar essa substancia, o que ajuda a regular a colesterol ruim.No entanto, como ó álcool é algo que deve ser evitado, é importante beber com moderação, para não causar efeitos contrários.

O que as pessoas precisam saber sobre o colesterol?

Como explicitado no início do texto, o colesterol é necessário ao corpo, desde que seja o HDL, o colesterol bom.A alimentação, certamente, não é o suficiente para manter o LDL longe do organismo, uma vez que, é necessário alia-la com uma rotina de exercícios e longe de hábitos excessivos, como o consumo exagerado de bebidas alcoólicas.Mas, muitas pessoas se deixam levar falsas informações a respeito do colesterol, por isso, veja a seguir alguns mitose verdades acerca do assunto.

Pessoas magras não possuem colesterol

Mito. O peso não está relacionado a ter colesterol ruim ou não, sendo assim, pessoas magras também podem ter, pois, o nível de gordura no sangue depende totalmente da taxa de remoção de colesterol feita pelo fígado.Além disso, ter histórico na família aumenta a probabilidade de ter colesterol.

Tratamento é preventivo e para sempre

Verdade. Qualquer pessoa está sujeita a ter colesterol, mesmo não tendo histórico familiar. Então, ter hábitos saudáveis, praticar exercícios, fazer exames anualmente, são coisas extremamente importante para ser manter longe de possíveis doenças.

Pessoas obesas possuem colesterol LDL

Mito. Como dito anteriormente, o peso não está relacionado a ter colesterol ruim. Entretanto, pessoas que não possuem uma boa dieta e são sedentárias têm mais chance de ter altos índices de colesterol.

Suplementos vitamínicos ajudam no controle de colesterol

Verdade. O médico pode indicar o uso de suplementos com produtos ricos em fitoesteróis, substancias antioxidantes que contribuem com diminuição da absorção do colesterol no organismo.No entanto, o consumo de suplementos deve estar aliado a uma rotina de exercícios e refeições saudáveis.Viu como é importante ter uma boa alimentação? Consulte sempre um médico para saber como está a saúde e sempre se prevenir.Um especialista pode dizer como incluir novos alimentos nas refeições, o que deve ser evitado e até mesmo se é necessário utilizar suplementos e como fazer isso.Continue vendo nossas dicas sobre saúde e cuide-se sempre!

Inscreva-se para receber novidades e ofertas exclusivas

SAC / Televendas: (31) 3063-8989
E-Mail: sac@naturecenter.com.br
Rua Juruá, Bairro da Graça, Belo Horizonte/MG - CEP 31140-020
© 2010 – 2020 – Nature Center - Todos Os Direitos Reservados