Tag: massa magra

14 superalimentos: aumente mais Massa Muscular e Testosterona

Quem está na busca por um corpo sarado sabe que treinar regularmente, dormir bem e, principalmente, seguir uma dieta saudável são práticas essenciais para ter bons resultados. Mas, indo mais a fundo, quando o desejo é conseguir aquele abdômen trincado e músculos mais definidos, alguns truques podem fazer toda a diferença e, até mesmo, fazer com que os efeitos apareçam em menos tempo. Esse é o caso da produção de testosterona – o principal hormônio sexual masculino. Se você não sabe exatamente qual a sua relação com o ganho de massa muscular, saiba que, dentre outras coisas, ele é uma das substâncias anabólicas mais importantes do corpo humano, ajudando no aumento da força física, resistência, desempenho e, até mesmo, redução do índice de gordura corporal. Falando em termos técnicos, a secreção adequada da testosterona aumenta a síntese proteica, a oxigenação muscular e a hipertrofia tanto em homens quanto em mulheres.

Como aumentar a testosterona de forma natural?

É por isso que um dos segredos para aumentar a massa muscular é ter níveis equilibrados de testosterona no organismo. Mas, onde encontrar testosterona e como conseguir turbiná-la sem colocar a saúde em risco? Felizmente, muitos alimentos podem ajudar a aumentar a testosterona e, consequentemente, beneficiar o ganho de massa magra. Diferente dos anabolizantes sintéticos, que podem causar vários danos ao organismo, incluir alimentos ricos em testosterona na sua dieta é um método seguro e barato. Por isso, separamos alguns itens que não podem faltar no seu cardápio:

Alimentos ricos em gorduras boas

Por mais que algumas pessoas prefiram reduzir o consumo de lipídios durante a dieta de hipertrofia, é importante consumir alimentos ricos em gorduras boas. Isso porque esses nutrientes são essenciais para a produção hormonal, sobretudo de testosterona, que é um derivado do colesterol. Com o baixo aporte de gorduras no organismo, a produção de testosterona fica comprometida, por isso, inclua na sua dieta alimentos como:
  1. Abacate
  2. Azeite Extra Virgem
  3. Amêndoas

Vitaminas do complexo B

Cada uma das vitaminas do complexo B desempenham um papel específico na produção de testosterona. Para se ter uma ideia, a riboflavina (vitamina B2) melhora o desejo sexual, a niacina (B3), equilibra a produção de colesterol, o ácido pantotênico (B5) aumenta a produção de glóbulos vermelhos e a vitamina B6 reduz a produção de estrogênio (hormônio antagônico a testosterona), entre outros. Todos esses processos são essenciais para estimular a produção natural e equilibrada desse hormônio fundamental para ganhar massa muscular. Sendo assim, aposte em alimentos como:
  1. Couve (rica em riboflavina)
  2. Coalhada (rico em niacina)
  3. Gérmen de Trigo (rico em vitamina B5)
  4. Leite (rico em vitamina B6)

Proteínas de alto valor biológico

Quem já aposta numa dieta regrada sabe da importância das proteínas numa alimentação para ganhar massa muscular. Agora, se você está em busca de alimentos que aumentam a testosterona tem uma razão a mais para dar atenção as fontes proteicas:  além de fornecerem aminoácidos essenciais para recuperar os tecidos, os seguintes alimentos contribuem para o aumento natural da testosterona no organismo.
  1. Atum
  2. Salmão
  3. Ovos
  4. Fígado

Minerais que aumentam a testosterona

Os minerais também desempenham um papel importante na secreção de testosterona, sendo que a deficiência de algum desses nutrientes pode acarretar na baixa produção do hormônio e, consequentemente, provocar sintomas como falta de apetite sexual, queda na performance física e, claro, maior dificuldade para ganhar músculos. Para combater esse cenário, é recomendável apostar em Boro – mineral rico em ácido nítrico, que possui ação vasodilatadora e beneficia a secreção hormonal, em Magnésio – indispensável na manutenção da saúde sexual masculina e, principalmente, em Zinco, um dos minerais mais importantes para conseguir bons níveis de testosterona livre, uma vez que o nutriente impede que o hormônio seja convertido em estrogênio. Conheça as melhores fontes:
  1. Mel (rico em Boro)
  2. Feijão (rico em Magnésio)
  3. Ostras (melhor fonte alimentar de Zinco)

Bônus: Existe alguma vitamina especial para aumentar a testosterona?

Certamente, você já ouviu falar de suplementos que prometem aumentar a testosterona, mas antes de investir em algum produto, tenha certeza que sua alimentação está equilibrada. Muitas vezes, a baixa produção do hormônio está ligada a deficiências nutricionais e, mesmo que você aposte numa boa vitamina, talvez não consiga bons resultados se antes não corrigir as falhas do cardápio. Por isso, se a sua intenção é comprar um suplemento para aumentar a testosterona naturalmente, não deixe de, antes de tudo, consultar um médico. Com o apoio de um nutricionista, é possível identificar quais nutrientes estão em falta no seu organismo e, assim, escolher o melhor produto para você. Agora, como o que é natural não tem erro, que tal começar turbinando seu cardápio com esses superalimentos? E, já sabe: aqui no Blog da Nature Center você encontra o melhor conteúdo sobre dieta e suplementação, por isso, fique sempre de olho no nosso conteúdo!

Magro de ruim: ganhe massa magra sem aumentar gordura

A maioria dos frequentadores das academias tem o mesmo objetivo em comum: perder peso. Isso é justificável diante do grande número de brasileiros com sobrepeso ou obesidade atualmente. O restante das vagas é ocupado por aqueles que querem definição muscular e há espaço ainda para os que fazem a manutenção das medidas em prol da saúde. No entanto, ao se matricular com o foco voltado ao emagrecimento, as pessoas se deparam com o treino de musculação, indicado pela maioria dos profissionais de educação física, esta modalidade aparenta não ser a mais ideal para queimar as gordurinhas, mas é aí que está o engano. Os exercícios aeróbicos, como corrida, spinning, jump, natação e outros, são os mais procurados quando se trata de eliminar calorias, o que as pessoas ainda não sabem é que a musculação é tão importante quanto eles, e, se realizada de maneira correta e regular, juntamente com a dieta adequada, ela pode potencializar o efeito das outras atividades e acelerar o aparecimento dos resultados, por isso a modalidade de treino é altamente recomendada. Para emagrecer de forma eficiente e manter a boa forma é preciso fortalecer o tecido muscular e adquirir massa magra, dessa forma o corpo aumenta a queima de calorias e a dieta se torna muito menos rígida e mais prazerosa.

Por que é necessário o aumento de massa magra?

O corpo exige um grande aporte de energia para realizar a manutenção das células musculares, isso eleva a atividade metabólica e, consequentemente, a queima do tecido adiposo. O nutricionista Willian Reis explica que o organismo com a musculatura desenvolvida demanda mais energia porque os músculos aumentam nossa Taxa de Metabolismo Basal (TMB) – medida que representa a quantidade mínima de energia necessária para manter as funções vitais do organismo enquanto estamos em repouso. Segundo o especialista, a TMB pode variar de pessoa para pessoa, pois ela é calculada de acordo com vários fatores, como o sexo do indivíduo, a altura, idade, questões genéticas, nível de atividades ou sedentarismo e a composição corporal, que nada mais é do que a quantidade de massa magra e massa gorda que cada um possui. “A musculatura é um tecido metabolicamente ativo, portanto, quanto maior o percentual de massa magra no organismo, mais acelerado será o metabolismo. Isso pode significar um aumento de cerca de 15 a 25% se comparado a outra pessoa com o mesmo percentual de massa gorda. Os músculos requerem um esforço maior do metabolismo do que as células de gordura. Por isso é comum aquela percepção de que algumas pessoas magras podem comer de tudo sem engordar, o que acontece é que elas possuem uma massa magra elevada. Isso significa que quanto mais músculos, mais calorias são queimadas, mesmo quando estiver em repouso, pois cada quilo de massa magra no corpo requer cerca de 100 calorias a mais por dia” – explica o profissional da Nature Center.

Musculação X aeróbicos

Muitas pessoas cometem o grande erro de avaliar a atividade física sob o ponto de vista do gasto calórico na execução do exercício em si, no entanto, para uma análise correta, é necessário considerar o gasto total, ou seja, a soma do quanto foi eliminado com a prática do exercício mais a energia que o corpo utilizou para se recuperar depois da atividade. Isso significa que, quanto maior for a intensidade do treino, maior será a demanda de energia para reparar o que foi gasto pelo corpo. Então, por mais que a atividade aeróbica permita queimar um maior número de calorias durante sua realização, a musculação permite elevar essa queima durante o dia inteiro. Para se ter uma ideia, nosso metabolismo leva cerca de 1 hora para se recuperar de um exercício aeróbico, mas após a musculação, o metabolismo continua com uma demanda energética mais elevada até 15 horas. Isso acontece porque a modalidade atua diretamente na formação dos músculos. Durante sua pratica, o tecido muscular é desgastado e, logo em seguida, o organismo entra em estado de anabolismo para regenerar a musculatura, tornando-a mais forte e resistente. Por isso o corpo exige mais calorias na realização dessa tarefa, mantendo o metabolismo acelerado por um período de tempo muito maior. Justamente por esse motivo é que não se deve treinar o mesmo grupo muscular todos os dias, é preciso respeitar o tempo de descanso para alcançar o resultado esperado.

A balança se torna inimiga

Perder peso na balança nem sempre é sinônimo de emagrecimento, muitas vezes os quilos a menos podem ser resultado da eliminação de água ou, até mesmo, da diminuição de músculos. De acordo com Reis, emagrecer significa perder gordura e elevar a taxa de massa magra, ou, pelo menos, mantê-la estável. É comum ver o ponteiro da balança subir quando isso acontece, mas não significa que a pessoa engordou, muito pelo contrário, o aumento do peso ocorre devido ao crescimento muscular. “O processo saudável de emagrecimento consiste na eliminação de gorduras e não se resume apenas aos números da balança, pois eles, sozinhos, não dizem nada. É preciso acompanhar as medidas, afinal, os músculos ocupam menos espaço no corpo. É como comparar um quilo de chumbo a um quilo de algodão, ambos têm o mesmo peso, mas o chumbo é mais denso e menor, enquanto o algodão ocupa uma área maior, dando a falsa impressão de que há uma quantidade maior, assim como a gordura” – afirma o nutricionista.

Cuidado com o regime

Quando se trata de emagrecimento, a alimentação é tão importante, ou até mais, do que a quantidade e a qualidade dos treinos na academia. Isso porque a dieta que seguimos é a grande responsável por fornecer a energia necessária ao corpo para realizar suas atividades. O maior erro cometido por aqueles que visam a perda de peso é adotar um cardápio restritivo. Reis alerta que comer pouco é tão prejudicial quanto comer demais: “Se o organismo não encontrar os nutrientes que precisa para cumprir suas tarefas físicas e metabólicas ele acaba usando os músculos como fonte e, nesses casos, além de não ganhar massa magra, a pessoa acaba perdendo a já existente. O resultado disso é que os números na balança até diminuem, mas o metabolismo fica mais lento devido à menor quantidade muscular e a pele fica mais flácida e com celulites”. De acordo com o nutricionista, para uma dieta efetivamente saudável nenhum grupo alimentar deve ser excluído, basta apenas se atentar às quantidades e aos horários. Em resumo, um cardápio voltado ao emagrecimento, que favoreça o aumento de massa magra, deve ser rico em proteínas, moderado em carboidratos complexos, baixo em carboidratos simples e acrescido de gorduras boas. “Equilibrar o consumo desses nutrientes faz toda a diferença na obtenção dos resultados. Além disso é importante lembrar que passar longos períodos sem comer também é prejudicial nesse processo. É preciso respeitar os horários para garantir energia suficiente ao corpo, especialmente no pré-treino, onde é indicada a ingestão de carboidratos, e no pós-treino, no qual as proteínas se encaixam melhor” – acrescenta Reis.

Aumente o consumo de alimentos proteicos

Para favorecer a construção de músculos e evitar o acumulo de gorduras o ideal é focar no maior aporte proteico. Para isso é fundamental incluir no cardápio uma variação de proteínas provenientes de laticínios, carnes magras ou de origem vegetal. Vale lembrar que elas devem ser consumidas em todas as refeições, especialmente após os exercícios físicos, tanto de musculação quanto aeróbicos, pois elas possuem aminoácidos que participam diretamente do processo de regeneração muscular e ajudam a reconstruir tecidos lesionados durante as atividades. Infelizmente, diante da correria do dia a dia, ou, ás vezes, pelo receio de engordar, muitas pessoas acabam negligenciando a alimentação e comendo de forma inadequada, seja por passar longos intervalos sem comer, treinar em jejum, excluir algum grupo alimentar, ou simplesmente não ingerir a quantidade suficiente dos nutrientes necessários. Esses fatores influenciam negativamente nos resultados: “É por isso que algumas pessoas que fazem treinos intensos se perguntam porque não estão conseguindo perder peso e aumentar a massa magra. Elas não se dão conta de que o erro pode estar na dieta” – explica o nutricionista. De acordo com Reis, nesses casos, é possível adotar o auxílio suplementar, recorrendo ao uso de algum complemento nutricional rico em proteínas, como o famoso Whey Protein, que nada mais é do que um composto concentrado de proteínas extraídas do soro do leite. “É uma ótima alternativa também para aqueles que tem intolerância à lactose ou pessoas que não consomem carnes, como os vegetarianos, nem derivados do leite, no caso dos veganos. Vale ressaltar também a importância da hidratação nesse processo, pois a água garante que as toxinas geradas pelo metabolismo das proteínas sejam eliminadas e ajuda a evitar o estado catabólico – quando o corpo usa os músculos como principal fonte de energia” – finaliza o especialista. Fonte: Nature Center

Somapro: potencialize seu ganho de massa muscular

Uma das queixas mais recorrentes por praticantes de exercícios físicos é o ponto de estagnação. Inconveniente tanto para quem visa a perda de peso quanto para aqueles que desejam ganhar massa muscular, essa fase não só congela os ponteiros da balança como também pode acabar desmotivando pela falta de resultados. Mesmo com a dieta em dia e os treinos focados no crescimento dos músculos, ninguém está imune, muitas vezes o processo para e, por mais esforço que a pessoa faça, o peso não sai do lugar, como se já tivesse chegado ao limite máximo. Para driblar essa situação, muitas pessoas recorrem a dietas restritivas e desequilibradas e, até mesmo, as “bombas” que oferecem um grande risco à saúde. Mas, se você está em busca de um corpo definido e com força muscular, já está fazendo tudo da maneira correta e ainda não consegue ver os resultados esperados, saiba que há outras maneiras mais seguras disponíveis no mercado para potencializar esse processo, e o Mega Forte é uma delas. O produto oferece a solução ideal para quem quer aliar o ganho da massa magra a práticas saudáveis.

Entenda como o Soma Pro Funciona

Diferente da maioria dos rótulos convencionais já existentes no mercado, o suplemento possui um sistema que atua diretamente na construção da massa muscular e favorece a hipertrofia. Além disso ele é capaz de aumentar a energia e disposição para a prática de exercícios físicos, otimizando a performance e potencializando a definição corporal. O produto também garante a integridade das fibras, pois melhora os movimentos de contração e distensão e auxilia na regeneração dos tecidos musculares, reduzindo assim o incomodo no pós-treino e gerando uma estrutura muscular mais forte e resistente.

Ganho de músculo e hipertrofia

Ao contrário do que muitas pessoas pensam o suplemento Soma Pro não é um anabolizante, ele estimula os processos metabólicos e enzimas que aumentam a síntese hormonal no organismo de forma natural, como a testosterona por exemplo, que desempenha um papel importante no desenvolvimento muscular e ainda maximiza a força física para alcançar a hipertrofia. O Soma Pro também é composto por substâncias e nutrientes que promovem o fortalecimento do sistema imunológico e contribuem para o bom desempenho do organismo, entre elas se destacam o cálcio, vitaminas e aminoácidos como o L-Valina e L-Isoleucina, que favorecem a queima de gorduras, facilitando a definição dos músculos.

Hormônio do crescimento e ganho de massa magra

Apesar de muitos o associarem a esteroides, o hormônio do crescimento é produzido naturalmente pelo organismo, mais precisamente na hipófise, e permanece ativo na corrente sanguínea por algum tempo, o suficiente para que o fígado possa converter suas propriedades que são promotoras do crescimento sobre todas as células do corpo. Durante a infância e adolescência ele é responsável pela estatura adequada do corpo, garantindo o crescimento e alongamento dos ossos, já na fase adulta ele desempenha um papel essencial na regeneração celular e manutenção de vários órgãos vitais. Para quem busca o aumento de massa magra e já pratica exercícios físicos e uma boa nutrição, as notícias são ainda melhores, combinado à testosterona o hormônio do crescimento pode acelerar a regeneração das fibras musculares, promovendo o fortalecimento e ainda favorecendo a queima de gordura, pois, ele diminui o tempo de recuperação entre atividades físicas. No entanto, conforme envelhecemos ocorre uma diminuição gradual dos níveis de produção e liberação desse hormônio no nosso organismo – a partir dos 25 anos eles começam a declinar cerca de 15% a cada década. A partir daí surgem os primeiros sinais e sintomas de deficiência do hormônio do crescimento, conhecido também como GH. Quanto mais a idade avança, menos GH o corpo produz, assim, a pessoa começa a, não apenas aparentar, como também se sentir mais velha. Felizmente a suplementação é uma boa forma de estimular a produção do corpo e equilibrar os níveis no organismo, garantindo um funcionamento pleno do metabolismo, e o Mega Form é um estimulante natural, que trabalha para que o corpo produza e libere mais o GH e suas propriedades de crescimento.

O papel da testosterona nesse processo

Um dos principais hormônios ligados ao ganho de massa muscular, a testosterona está presente tanto em homens quanto em mulheres, porém, sua concentração no sexo feminino é bem menor. Ela está ligada a várias funções importantes no organismo, dentre elas se destaca sua atuação sobre o tecido muscular – determina a quantidade máxima de massa muscular que podemos ganhar – e na distribuição da gordura do seu corpo, colaborando para sua redução. Além disso, a testosterona ainda contribui para a diminuição do colesterol ruim. Porém, tudo deve ser na medida certa, até o que é benéfico, principalmente quando se trata de saúde. No caso desse importante hormônio o equilíbrio é fundamental, caso contrario os efeitos colaterais são muitos. Níveis elevados de testosterona no organismo podem causar o efeito reverso dos seus benefícios, assim como a falta do hormônio também pode ter resultados negativos.

Composição do suplemento

Composto por uma combinação poderosa de vitaminas e aminoácidos essenciais para o funcionamento pleno do organismo, Soma Pro proporciona, na medida certa, tudo o que você precisa para alcançar a musculatura desejada de forma natural e sem colocar a saúde em risco.

Aminoácidos de cadeia ramificada

A L-Isoleucina e L-Valina são dois aminoácidos que merecem destaque na composição do Mega Form, pois, eles são de extrema importância para o desenvolvimento muscular. Considerados aminoácidos essenciais, eles pertencem ao grupo que o corpo não produz e, portanto, devem ser adquiridos por meio de outras fontes, como a alimentação ou suplementação. O corpo geralmente fica em um estado altamente catabólico durante o período de treino intenso por isso, se não houver os nutrientes necessários para reabastecer o organismo, ele passa a usar os aminoácidos presentes nos músculos, tentando suprir sua demanda de energia, ou seja, acaba resultando em uma perda de massa magra, que é totalmente contrário aos objetivos de quem pratica musculação. É aí que esses aminoácidos entram em ação, pois, quando o corpo começa a “roubá-los” dos músculos, eles conseguem interromper esse processo e o corpo sai do estado catabólico e continua a sintetizar as proteínas nos músculos, o que, consequentemente, reduz a fadiga muscular. Eles atuam em conjunto e além de desempenharem esse importante papel para as células e tecidos musculares ainda formam anticorpos e transportam oxigênio pelo corpo.

Vitaminas do complexo B

Essas vitaminas, também presentes na formula do Mega Form, são capazes de otimizar o rendimento e resultados dos frequentadores da academia, sobretudo os que praticam musculação, isso porque, todo o processo de produção de energia depende das vitaminas. Muitas pessoas não dão a devida importante a essas aliadas poderosas do organismo, não apenas nesse processo, mas na saúde em geral. As vitaminas do complexo em especial estão entre as mais importantes para a manutenção da saúde, seu déficit, além de prejudicar o desempenho físico, ainda impede que o corpo absorva os nutrientes necessários fornecidos pela alimentação.

Vitamina B12 e consumo de proteínas

Conhecida também como Cobalamina, a B12 merece uma atenção especial de quem mantém uma dieta com restrição de proteína animal, pois, ela é encontrada sobretudo em frutos do mar, salmão e carnes bovinas magras. Para que não haja deficiência é preciso aumentar o consumo de gema de ovo e laticínios, onde a B12 também está presente. Porém, aqueles que são veganos e também não consomem esses alimentos a suplementação pode ser a melhor alternativa, afinal a vitamina, que também está ligada ao metabolismo de carboidratos e lipídeos, participa diretamente na formação dos glóbulos vermelhos, que fornecem oxigênio aos músculos e proporciona mais energia durante atividades intensas, o que favorece a regeneração muscular e também o ganho de massa.

Como consumir o suplemento

Aliando o Soma Pro a um cardápio saudável e atividades físicas voltadas para o crescimento muscular, você pode acelerar o processo e alcançar seus objetivos mais rápido do que o esperado, mas desde que o suplemento seja consumido corretamente. É recomendada a ingestão de quatro cápsulas de Soma Pro após o treino para pessoas com peso corporal acima de 36 kg. Sem esquecer que crianças, gestantes, idosos e portadores de qualquer doença crônica devem consultar o médico ou nutricionista.

Para quem é recomendado e onde encontrar Soma Pro

O suplemento é uma alternativa natural para auxiliar aqueles que buscam o aumento da massa muscular e hipertrofia, tanto pessoas que já praticam exercícios físicos e se encontram na fase de estagnação do peso, quanto para aqueles que fazem treinos intensos e dietas focadas no ganho de massa magra e querem potencializar os resultados. Também é indicado para aqueles que possuem necessidades nutricionais elevadas dos nutrientes da fórmula. Para adquirir Soma Pro por um preço acessível e com qualidade certificada pelos órgãos de saúde, visite o site da Nature Center. A loja virtual oferece o que há de mais inovador em suplementação para hipertrofia, ganho de massa, emagrecimento e saúde.

Saiba como ganhar massa muscular com Whey Protein

whey-protein-ganho-de-massaNas academias, um assunto sempre está em alta: o uso de suplementos. Quem pratica atividades físicas regularmente sabe que a dieta é um fator determinante para atingir os resultados. Porém, mesmo entre os mais experientes, muitas dúvidas surgem quando o tema é conquistar um corpo sarado através da dieta. O que comer para potencializar os resultados? Qual o melhor suplemento para ganhar massa muscular? Não é novidade que esses produtos são grandes aliados nesse momento, turbinando a dieta e auxiliando no ganho de massa magra. Dentre eles, o Whey Protein é praticamente unanimidade entre os adeptos da musculação: devido seu alto valor proteico, o produto é um dos mais consumidos por aqueles que desejam alcançar a hipertrofia. Apesar de sua fama, muitos ainda não sabem exatamente como seguir uma dieta para ganhar massa muscular tomando suplementos proteicos. Se você já é praticamente regular de musculação ou é iniciante e quer saber como tomar Whey corretamente, saiba tudo sobre este produto e aprenda como incluí-lo no seu dia a dia.

Quer ganhar músculos? Consuma Whey!

Certamente você já ouviu falar da importância desse alimento para quem pratica atividades físicas, porém você sabe o por quê? Numa visão bem simplificada, nossos músculos crescem quando são submetidos a uma sobrecarga que causa dano às fibras musculares, resumindo: o exercício de resistência. Este processo faz com que o tecido reaja, engrossando essas fibras e, consequentemente, aumentando o tamanho do músculo. Acontece que boa parte dessa estrutura é composta por proteínas, que são “quebradas” durante todo o processo. Sendo assim, para uma boa regeneração e, portanto, crescimento muscular, é preciso alcançar o balanço proteico positivo, que nada mais é do que o consumo de proteínas superior ao gasto. Pessoas que praticam atividades físicas de intensidade como a musculação precisam consumir mais proteínas, não somente para alcançar a hipertrofia muscular, mas também para manter a saúde dos tecidos e garantir um bom desempenho durante as atividades físicas. Porém, atingir a quantidade adequada pode ser um desafio: essa necessidade, bastante variável, depende da intensidade do treino e dos hábitos alimentares de cada um. Nem sempre a rotina permite que a dieta seja rica em alimentos como carne, leite, ovos. Além disso, as restrições de alimentares de algumas pessoas podem dificultar ainda mais o alcance da quantidade ideal de proteínas para hipertrofia. É justamente neste ponto que o Whey Protein pode auxiliar no ganho de massa, não somente por ser uma das melhores fontes de proteína, mas também por ser prática e adaptável às mais variadas dietas.

Uma das melhores fontes proteicas

O Whey é composto do soro do leite, obtido durante o processo da transformação da bebida em queijo. Esse soro, extraído inicialmente na forma líquida, é submetido a processos químicos que transformarão esta proteína em pó, tornando seu consumo mais prático. E sabe porque este suplemento se tornou tão famoso? É uma das fontes mais ricas em proteínas de alto valor biológico – aquelas que são rapidamente absorvidas pelo organismo. Isso quer dizer que o consumo de Whey Protein pode fornecer muito mais proteína do que determinados alimentos, mesmo os proteicos. Além disso, a proteína do soro do leite é rica em aminoácidos essenciais – moléculas que ajudam na reconstrução dos tecidos e não são produzidos pelo corpo humano, devendo ser obtidas através da alimentação.

Tipos de Whey Protein

O suplemento possui uma ampla variedade no mercado, não apenas de marcas, mas também de tipos. A principal diferença entre eles é o tipo de filtragem, que pode conferir maior ou menor concentração de proteínas. Além disso, uma variedade pode ser mais ou menos rica em carboidratos e gorduras em relação à outra, fator que pode determinar qual tipo é mais adequado para cada dieta. Entenda:
  • Whey Protein Concentrado: passa por menos processos de filtragem, preservando traços maiores de lactose em sua fórmula. Justamente por isso, sua concentração de carboidratos e gorduras é maior se comparados a outros tipos de Whey. Já as proteínas podem representar de 25 a 80% de sua composição total. Devido a essas características, sua absorção é mais lenta;
  • Whey Protein Isolado: como o próprio nome já diz, o Whey isolado fornece a proteína isolada da lactose. Devido sua filtragem mais aprimorada, concede um produto mais puro, com concentração de proteínas de 90 a 95%. Durante seu processo de fabricação, a proteína pode ser quebrada em moléculas menores, o que facilita sua absorção no organismo;
  • Whey Protein Hidrolisado: esta variedade é que passa pelo processo de filtragem mais complexo, fornecendo um suplemento com elevado nível de pureza. Para se ter uma ideia, a concentração de proteínas neste tipo de Whey ultrapassa os 95%. Seu processo de fabricação também faz com que a estrutura da proteína seja divida em partículas menores, fazendo com que sua absorção pelo organismo seja muito mais rápida.
suplementos-ganho-massa-muscular

Qual o melhor Whey?

Diante dessa variedade é muito comum que surjam dúvidas na hora de comprar Whey. Porém, a resposta depende do seu objetivo e do seu tipo de dieta. Justamente por isso, é fundamental buscar orientação médica na hora de começar a tomar qualquer suplemento. Para que a suplementação surta o efeito esperado, é preciso estar apoiado por uma dieta balanceada. Porém, alguns indicadores determinam qual tipo é mais adequado para cada dieta: o Whey Concentrado pode ser mais apropriado para pessoas que estão numa dieta de ganho de volume de massa muscular. Já os tipos Isolado e Hidrolisado são mais adequados para dietas de definição e emagrecimento, uma vez que possuem menor ou nenhuma concentração de carboidratos e gorduras. A diferença básica entre estes dois tipos é que o Whey hidrolisado pode ser o mais indicado para pessoas com intolerância à lactose. Porém, independente do tipo, quando tomados corretamente, qualquer Whey pode ser eficaz no ganho de massa magra.

Quando e como tomar Whey Protein?

Se você se pergunta qual o melhor horário para tomar Whey saiba que apesar de muitos adeptos preferirem fazer uso do suplemento no pós-treino, o suplemento pode ser tomado em qualquer momento do dia. Isso porque o papel do produto é, primariamente, complementar a oferta proteica da dieta. A razão pela qual muitos atletas fazem isso após as atividades é que o suplemento possui rápida absorção, o que torna o consumo neste momento do dia mais oportuno. Falando nisso, apesar da moda do shake proteico, não se deve tomar Whey com leite. Isso porque a caseína – um tipo de proteína presente no leite – pode atrapalhar e retardar a absorção do Whey Protein. O adequado é tomar o suplemento com água ou com um suco natural de fruta, dependendo da necessidade de carboidratos do indivíduo. Existe também a ideia de que o consumo antes do treino favore o desempenho, dando mais energia. Porém, isso não passa de um mito porque mesmo o Whey Protein não possui quantidades relevantes de carboidratos a ponto de suprir a necessidade energética de um treino de musculação.

Quem pode tomar?

Basicamente, qualquer praticante de atividade física regular pode fazer uso do suplemento, sendo que seu consumo é mais indicado para pessoas de praticam exercícios de intensidade como musculação, cross fit e fisiculturismo. Por ser proveniente de um extrato natural, o Whey não possui contraindicações para pessoas saudáveis. Porém, seu uso deve ser sempre orientado por um médico ou nutricionista, somente ele poderá dizer quais as suas necessidades diárias e conciliar o uso do suplemento com a dieta. Pessoas que possuem um treinamento mais pesado podem precisar de doses maiores do que iniciantes, portanto, buscar acompanhamento profissional é fundamental para que você consiga ganhar massa muscular tomando Whey.

Whey engorda?

Existe ainda essa dúvida por parte dos amantes da malhação, especialmente entre as mulheres. Sim, mulher também pode tomar Whey! E para tranquilizar a todos é importante dizer que não, o Whey Protein não engorda! O que pode fazer qualquer pessoa ganhar peso é o exagero na dieta: se o cardápio não estiver balanceado, a pessoa ganhará peso em função da alimentação, e não do suplemento. Falando em calorias, os valores numa porção de Whey são relativamente baixos, representando uma pequena porção numa dieta de um adulto. Nunca é demais repetir: uma dieta para ganhar músculos deve saudável e rica em proteínas. Agora que você já sabe como ganhar massa muscular a base de suplementação, não procure somente um Whey Protein barato, verifique também sua procedência: é essencial que o produto seja certificado pela ANVISA, o que garante sua qualidade. Para isso, conte com a Nature Center, que conta com as melhores marcas do mercado, com a mais alta confiança e preços imbatíveis.

Mega Force: 5 motivos para comprar esse suplemento!

1. Indicado para definição e crescimento muscular

Quem faz academia já sabe que o Mega Force é ideal para ganhar massa e definição muscular. Esse é um dos suplementos mais procurados pelos atletas, porque sua fórmula é completa e adequada para quem faz atividade física com frequência.

2. Composição repleta de aminoácidos essenciais

O Mega Force é um composto de L-Leucina, L-Isoleucina e L-Valina, aminoácidos essenciais para o desenvolvimento dos músculos. — A L-Leucina é um aminoácido importante para o organismo humano, mas não é produzida pelo corpo, devendo ser consumida através da alimentação. Você pode encontrá-la em carnes e legumes. Ela é fundamental para quem deseja hipertrofia muscular. — A L-Isoleucina é também um aminoácido que não é produzido pelo corpo humano, mas pode ser encontrado em alimentos de origem animal, como carne e ovos. Ela é responsável por dar energia e resistência muscular para exercícios físicos. — A L-Valina também faz parte do Mega Force e reúne, como benefícios, o combate à ansiedade e a falta de sono. Dá energia para quem precisa estar sempre disposto para atividade de alto impacto muscular.

3. Diversos benefícios para seu treino

Quem deseja otimizar o treino precisa ter o Mega Force como aliado. Dentre os principais benefícios deste suplemento para os atletas, pode-se listar: – alta regeneração e definição muscular – melhora do desempenho na atividade física – aceleração do metabolismo – queima de gordura e ganho de massa magra – maior força e energia – diminuição da fadiga muscular depois do exercício

4. Potencializa o exercício e o gasto de energia

O Mega Force estimula a construção das proteínas que formam os músculos, por isso, com o seu consumo, o atleta gasta mais calorias e aumenta o uso do estoque de gordura do corpo. Sendo assim, você diminui o percentual de gordura corpórea e aumenta a massa magra, essencial para maior resistência e definição dos músculos.

 5. É prático e fácil de tomar

Como vem em cápsulas, você toma Mega Forte de duas a quatro cápsulas ao dia logo ao terminar o exercício.

Inscreva-se para receber novidades e ofertas exclusivas

SAC / Televendas: (31) 3063-8989
E-Mail: sac@naturecenter.com.br
Rua Juruá, Bairro da Graça, Belo Horizonte/MG - CEP 31140-020
© 2010 – 2020 – Nature Center - Todos Os Direitos Reservados

Ao finalizar seu pedido, você concorda com as nossas condições de uso. Verifique a nossa Política de Privacidade, Cookies e Anúncios Baseados em Interesse.