Tag: biotina efeitos colaterais

Biotina

Em uma época como a que vivemos atualmente, se discute cada vez mais a importância do uso e consumo saudável de vitaminas e minerais. Entre esses últimos, se tem falado muito a respeito da biotina, de como manter os seus níveis no corpo em um patamar saudável e inclusive de seu potencial para ajudar a combater alguns tipos de problemas e síndromes.
Suplemento que contém Biotina. Fonte da foto: Freepik.
Suplemento que contém Biotina. Fonte da foto: Freepik.
Levando em consideração o quanto vitaminas e minerais são nutrientes essenciais para o funcionamento do nosso corpo como um todo, a biotina é importantíssima para a regulação de diversas funções corporais, como no sistema nervoso, sanguíneo e capilar. Por isso, é de suma importância conhecer e incluir os diversos alimentos que contém uma quantidade boa e saudável de biotina para garantir a presença desse vitamina em sua alimentação.

Biotina: O que é?

A biotina é a nomenclatura a vitamina do complexo B de fórmula química C10H16N2O3S que pode ser chamada por outros nomes, como vitamina H, B7 ou B8. Ela pode ser achada normalmente nos tecidos de órgãos diferente animais, como por exemplo fígado e rins, e em outro alimentos como gema de ovo, cereais integrais e nozes.
Alimentos que contém Biotina. Fonte da foto: Freepik.
Alimentos que contém Biotina. Fonte da foto: Freepik.
Essa vitamina executa inúmeras funcionalidades significativas dentro do corpo humano, como precaver a queda de cabelo, conservar a saúde da pele, do sangue e do sistema nervoso. Ela também consegue beneficiar a absorção de outras vitaminas que compõem o complexo B dentro do intestino. Essa vitamina hidrossolúvel ela pode ser obtida de duas formas diferentes. A primeira é a partir do nosso próprio corpo sintetizada pela nossa flora bacteriana intestinal. A segunda forma é através da ingestão de alimentos diversos, como fígado, gema do ovo, carne, frutas e leite. Essa vitamina atua no nível mais simples para na síntese de enzimas que deflagram várias funções orgânicas e que podem ajudar durante o tratamento de inúmeras doenças. A mesma possui um papel especial em facilitar o organismo a utilizar a glicose que é a primordial matriz de energia do nosso corpo. A Vitamina B7 é dirigida em especial para os pacientes que tratam do problema da síndrome das unhas frágeis e tratamento da deficiência de biotinidase (DB). Ela é bastante conhecida por ser usada em produtos ligados a estética, visando principalmente nas regiões dos fios capilares e das unhas. Embora exista uma relação positiva entre a suplementação da vitamina e outras doenças diferentes, como um tipo específico de queda de cabelo, neuropatia diabética e outras questões neurológicas, ainda não existem trabalhos que comprovem o benefício da suplementação em indivíduos que queiram apenas melhorar a saúde dos fios capilares e possuem uma nutrição adequada. A biotina tem que ser reposta todo dia porque o organismo humano não consegue guardá-la. Seu excesso pode ser eliminado através da urina. (FONTE)

Biotina: Como tomar?

É recomendado quantidades diárias da biotina entre 30 a 100 mcg para adultos e entre 25 a 30 mcg para crianças de 4 e 10 anos. Ela pode ser ingerida por intermédio do consumo de alimentos que são ricos em vitamina H ou por meio de suplementos nutricionais.

Suplemento

Não existe um padrão único de dose máxima ou mínima de biotina, por conta disso se é recomendado o seu uso conforme as orientações de especialistas da área médica ou do nutricional, já que a quantidade de biotina pode se transformar conforme seja a marca por trás do suplemento. Contudo, comumente é utilizado o padrão de 2,5 mg por dia durante um período de 6 meses por via oral em seres humanos para fortalecer as unhas e cabelos.
Vitaminas que contém Biotina
Vitaminas que contém Biotina. Fonte da foto: Freepik.
Além disso, a biotina pode ser encontrada também em shampoos para tratamentos capilares. Mesmo que não tenha comprovação científica da eficácia desses shampoos no fortalecimento do cabelo, acredita-se que o seu uso diário poderia fortalecer as fibras e favorecer o seu crescimento.

Alimentos

É recomendável ingerir todo dia comidas ricas em biotina como exemplo, amendoim, avelã, farelo de trigo, ovo cozido, noz picada, amêndoa, pão integral, entre outros. Elas também podem ajudar no combate a queda de cabelo e fazer os fios capilares crescerem de forma mais rápida. (FONTE)

Biotina: Para que serve o seu consumo?

Além de ser recomendada para pessoas que enfrentam problemas de queda de cabelo, pele ressecada e quebra de unhas, o consumo pode ser feito por pessoas com deficiência de sintetizar vitamina B7. Essa vitamina também é recomendada no auxílio de tratamentos de alopecia (perda de cabelo) e acne. Dentre os sintomas mais recorrentes de quem possui uma certa deficiência de biotina é a falta de saúde da pele, cabelo e unhas, já que esta vitamina tem enorme contribuição no processo de formação de queratina que é o componente responsável dessas estruturas do corpo. (FONTE)

Biotina: Bula e composição

A unidade da cápsula de biotina suplementar é composta por vitamina B7 ou H, pantotenato de cálcio, tiamina, ácido fólico; excipiente: silicato de magnésio; antiumectante; dióxido de silício; cápsula: gelatina. A cápsula possui ausência de glúten.

Recomendação de uso

É recomendável a ingestão de duas cápsulas ao dia, de preferência que seja próximo das refeições diárias. Gestantes, lactantes e crianças (até três anos) só podem consumir este suplemento mediante a orientação de nutricionistas ou médicos. (FONTE)

Biotina: Quais são os seus efeitos colaterais?

Os efeitos colaterais causados pela biotina geralmente são bem raros de acontecer, mas quando ocorrem podem ser descritos como: desconforto gastrointestinal, irritação na pele, náuseas e diarreia.

Alterações nos resultados de exames de sangue

Desde o ano de 2012, os especialistas da área começaram a relatar alguns trabalhos que mostram interferência da biotina nos resultados de exames de níveis hormonais. Outras publicações também demonstraram alterações nos exames de avaliação de função tireoidiana (TSH, T4, T4 livre e T3).
Alterações nos resultados de exames de sangue
Alterações nos resultados de exames de sangue. Fonte da foto: Freepik.
Nestes estudos, os pacientes que utilizaram dosagens diárias altas de biotina demonstraram resultados similares ao hipertireoidismo, no caso, valores altos de hormônios tireoidianos e valores suprimidos de TSH, mas sem nenhuma manifestação médica de tireotoxicose.

Biotina: Quais são os seus benefícios?

Benefício para a pele: A biotina possui um ótimo benefício para a pele, isto ocorre devido ao fato dela ajudar na síntese de queratina, um dos principais constituintes desse tecido e responsável por dar elasticidade e resistência a pele. A falta de biotina pode fazer com que sua pele fique ressecada, escamosa e com uma vermelhidão ao redor da região entre a boca e o nariz.
Benefício para o cabelo
Benefício para o cabelo. Fonte da foto: Freepik.
Benefício para o cabelo: A biotina em níveis abaixo das necessidades do corpo pode fazer com que ocorra a queda e o enfraquecimento dos cabelos. Ainda não existe uma prova concreta com a relação entre o cabelo e os nutrientes, mas a biotina possui uma relação com a produção da queratina, proteína que é presente no cabelo. Benefício para as unhas: A ausência de biotina pode ser responsável por enfraquecer as unhas. Existem alguns estudiosos que acreditam que isto acontece devido ao fato do nutriente ter relação com a proteína que compõe as unhas, a queratina. Benefício para o auxílio na absorção correta dos nutrientes: A biotina, junto com outras vitaminas do complexo B, ajuda o aumento de metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas, aumentando o potencial de absorção de nutrientes do corpo. Benefício para o metabolismo: A biotina é responsável por ativar enzimas, o que se faz com que a vitamina B7 seja uma enorme parceira do metabolismo. Levando em consideração que as enzimas são essenciais para se ter uma digestão positiva, já que elas são encarregados por quebrar os nutrientes em pequenas unidades para que possam ser absorvidos por dentro do nosso organismo, ela auxilia não só em um processo digestivo mais eficiente, como também em uma forma de absorção de nutrientes bem mais rápida. Benefício para o reparo dos tecidos: A biotina também auxilia com suas funções importantes que agem no crescimento e conserto de uma enorme variedade de tecidos do corpo humano. Por exemplo, o crescimento da medula óssea depende da biotina, da mesma forma como o reparo das células nervosas que de vez em outra podem ser danificadas. Benefício para a perder peso: Como a vitamina têm várias funções no metabolismo, conseguindo ativar as enzimas para que os nutrientes importantes sejam absorvidos de forma melhor e bem mais rápida, ela consegue evitar com que o corpo tenha reações negativas que podem até levar a um acúmulo de gordura e crescimento do apetite. Benefício na redução dos níveis de colesterol: A vitamina H age de modo direto no bom funcionamento da saúde do sistema circulatório e no cardíaco. Quando se consome uma determinada quantidade ideal de biotina por dia por intermédio da alimentação ou suplementação de remédios, consegue-se reduzir os níveis de colesterol dentro do organismo. Esse efeito também acontece com os níveis de triglicerídeos, que também são considerados nocivos para o sistema circulatório em níveis acima da normalidade, considerando o fato de que o mesmo pode piorar problemas com o colesterol. Benefício para maior ganho de massa muscular: O aumento do ganho de massa muscular pode-se também ter impacto por meio das ações da biotina, considerando a situação de que ela é capaz de ajeitar os tecidos danificados. Ela ainda consegue garantir com que o corpo tenha a energia que precisa para se obter a síntese proteica, um fator que é indispensável para o crescimento dos músculos, por conta do seu papel no processo digestivo.

Benefícios que ainda estão em estudo

Dentre os benefícios da biotina para quem tem diabetes destaca-se uma melhor metabolização de carboidratos. Entretanto, ainda se fazem necessárias mais algumas outras pesquisas para que se possa comprovar este possível benefício.

Sintomas causadas pela ausência de biotina

A deficiência da biotina não é bastante comum porque o nutriente está muito presente na alimentação. Mesmo assim, quando a deficiência da vitamina da B7 ocorre, os indícios da falta deste nutriente específico são: fraqueza nos cabelos e unhas, calvície, pele ressecada e escamosa e vermelhidão no nariz e na boca. Algumas outras complicações que podem ocorrer por conta da deficiência desta vitamina consegue se demonstrar quando ocorre a queda de fios capilares, problemas na pele como dermatites, coceiras, acnes. A hipovitaminose de vitamina B7 pode provocar também conjuntivite e problemas neurológicos sob a forma de doença, formigamento das extremidades, alucinações e depressão. A falta dessa vitamina pode aumentar a deficiência de outros nutrientes, como aquelas outras causadas por conta de fatores genéticos, que podem levar a uma menor eficiência do sistema imunológico. A falta da vitamina consegue provocar também certas alterações na visão e audição, atrasar o crescimento e provocar dermatites. Grandes déficits de biotina podem causar problemas mentais, como depressão, apatia, alucinações e formigamento nos braços e pernas. A deficiência dessa vitamina pode acontecer por causa de um defeito genético ou pelo vício em cigarros. Se percebe ainda uma enorme concentração desta vitamina abaixo do ideal principalmente em idosos, viciados em álcool, pessoas com problemas digestivos, pacientes epilépticos e atletas. Gestantes e lactantes também possuem possibilidades de sofrer frequentemente com a falta dessa vitamina. A suplementação de biotina quase nunca é necessária para as pessoas que não possuem uma deficiência hereditária dessa vitamina, mas é absolutamente essencial para pacientes que apresentam falta da vitamina B7. (FONTE)

Inscreva-se para receber novidades e ofertas exclusivas

SAC / Televendas: (31) 3063-8989
E-Mail: sac@naturecenter.com.br
Rua Juruá, Bairro da Graça, Belo Horizonte/MG - CEP 31140-020
© 2010 – 2020 – Nature Center - Todos Os Direitos Reservados

Ao finalizar seu pedido, você concorda com as nossas condições de uso. Verifique a nossa Política de Privacidade, Cookies e Anúncios Baseados em Interesse.