Como o colágeno UC-II ajuda nas dores articulares em animais?

O colágeno UC-II está sendo cada vez mais recomendado para ocasiões em que cães ou gatos apresentam problemas de articulação com o tempo de vida, como artrite ou artrose. Trata-se de um suplemento para aliviar as dores articulares em animais.

 

Você sabia que o seu bichinho de estimação também pode tomar suplementos alimentares naturais? É o caso do Colágeno UC-II. Quando nossos pets ficam doentes ou apresentam qualquer sintoma que os prejudica, o normal é buscarmos o veterinário e correr para comprar o remédio. Mas, atualmente, os especialistas já receitam suplementos para que o tratamento seja mais eficaz, e menos agressivo.

 

Com o passar do tempo, o bichinho pode perder a qualidade antiga de suas articulações, que ficam propensas ao desgaste, assim como a de seres humanos. Mesmo que você use a melhor ração para alimentar seu pet, as dores articulares em animais ainda podem acontecer. A boa notícia é que o tratamento com suplemento de Colágeno UC-II é fácil, não agressivo e realmente traz de volta o conforto para que o pet volte a correr por aí!

 

Veja adiante todos os detalhes sobre as dores articulares em animais, quais são os seus sintomas e o que significa quando um pet desenvolve artrite ou artrose. Conheça mais sobre o Colágeno UC-II e quais são os benefícios para os bichos e também para os seres humanos.

 

O que são as dores articulares em animais?

Assim como acontece nos seres humanos, os animais também podem sofrer com dores articulares. Basicamente, essas dores são um desconforto que se origina nas articulações que, por sua vez, se constituem de tecidos moles, que são os ossos, tendões e as cartilagens.

 

Elas desempenham uma função estratégica para a mobilidade do corpo, pois se localizam entre um osso e outro e amenizam o impacto do atrito entre os ossos. É necessário que o sistema muscular-esquelético tenha articulações para que possa realizar os movimentos. Porém, há situações em que os tecidos das articulações se desgastam, e os ossos perdem parte daquele revestimento de tecido mole, o que torna o atrito muito mais intenso do que deveria ser.

 

O que pode causar dores articulares em animais são fatores como a velhice, mas também o próprio clima. Em lugares mais frios, de invernos mais rigorosos, as dores nas articulações dos pets acontecem com mais facilidade.

 

Quais os seus sintomas?

Uma vez que se compreende o que são  dores articulares em animais, é possível listar a série de sintomas que abatem os bichinhos, que são:

 

  • Dores nas articulações que podem indicar uma doença na área
  • Dificuldade de movimento
  • Movimentos cada vez menos amplos
  • Sensibilidade nas articulações
  • Inchaço nas articulações
  • Dificuldade para fazer atividade física
  • Quentura na região afetada
  • Alterações súbitas de humor
  • Agressividade ao ser manipulado
  • Dificuldade para se movimentar na micção e na defecação

 

Obviamente, é mais difícil para os pets se comunicarem do que os humanos, mas fique atento a cada um dos sintomas apresentados na lista como um sinal, e observe se o seu bichinho apresenta algum deles. Veja a seguir os dois tipos de dores articulares que são mais comuns e que podem afetar muito a rotina do seu pet.

 

Artrite ou artrose: o que são e como é feito os tratamentos

Para entender o que são essas doenças, é mais fácil pensar que uma vem da outra. Antes dos animais sofrerem com artrose, primeiro passam pela artrite, que é preocupante, mas é a fase anterior. A artrite se dá quando ocorre um processo inflamatório nas articulações. Ela pode acontecer devido a quedas, má nutrição, infecções ou o próprio clima mais frio, mas também podem existir por causa de fatores genéticos.

 

 

Nas ocasiões em que a inflamação das articulações evolui e torna-se crônica, está caracterizada a artrose. Essa doença crônica corresponde a 70% dos problemas de articulação em bichos. Geralmente, ela surge a partir dos 5 anos em cachorros e gatos, que pode ser uma decorrência de uma artrite não tratada, ou causada por fatores como sobrecarga nas articulações ou inflamações.

 

O importante é diferenciar as doenças, que se parecem, mas atingem os pets de forma diferente. A artrite é mais pontual, produz dor aguda, ao passo que a artrose é uma doença crônica, que se instala aos poucos, de forma bem gradual.

 

Tanto para uma quanto para a outra existem medidas preventivas e tratamentos, que são:

 

  • Alimentação adequada
  • Controle do peso
  • Fisioterapia
  • Exercícios
  • Melhora do local onde o pet vive
  • Anti-inflamatórios para alívio da dor
  • Suplementos para restaurar as articulações

 

A cirurgia pode ser indicada em casos mais graves, mas o uso do suplemento no tratamento é ideal, pois é uma solução natural que deve ser aliada ao remédio. Infelizmente, o anti-inflamatório só é capaz de agir pontualmente, pois controla a inflamação, mas não tem poder de manter o animal saudável nas articulações.

 

É necessário unir cada um dos fatores de tratamento e dar ênfase no suplemento, que é natural, não causa problemas à saúde do pet e realmente controla o problema. É o caso do Colágeno UC-II.

 

Conheça o Colágeno UC-II e como ajuda nas dores articulares de animais

O Colágeno UC-II trata-se de um suplemento alimentar, o qual é retirado das cartilagens do frango, precisamente dos ossos do externo. Além do principal composto da fórmula ser natural, a fabricação também é, pois é feita sem processos enzimáticos, sem aditivos e em temperaturas baixas.

 

Esses procedimentos e precauções fazem com que a integridade do Colágeno UC-II seja mantida ao máximo. A função deste suplemento é dupla. Por um lado, atua junto ao sistema imunológico, ao diminuir a sua sensibilidade e, por outro lado, ajuda a manter e retomar a saúde articular dos animais.

 

Como funciona e suas características

O Colágeno UC-II funciona de uma maneira todo particular, por isso é tão bom para os bichinhos, não só como tratamento das dores articulares, mas também para a sua prevenção.

 

Este suplemento entra em ação ao interagir com o sistema imunológico do animal, de forma a prevenir o ataque que as células do próprio corpo (ataque autoimune) fazem contra o suplemento. Tal ação no sistema imunológico é o que permite que o suplemento seja absorvido pelo organismo.

 

A consequência disso é uma diminuição da sensibilidade por parte do sistema imune, o que reduz a inflamação e, por conseguinte, as dores. Em certo sentido, o Colágeno UC-II também reforça a ação dos remédios anti-inflamatórios, mas vai além disso. O grande poder desse colágeno é restaurar a articulação do animal, daí vem o fator de controle de doenças, principalmente a artrose que é crônica.

 

 

Como deve ser consumida pelo animal?

O colágeno UC-II deve ser ingerido pelo bichinho de forma oral. Às vezes, fazer o pet tomar remédios pode ser complicado, pois ele se recusa. Mas este suplemento possui um sabor neutro, o que facilita muito o seu consumo.

 

Benefícios do UC-II no organismo humano?

Surpreendentemente, o Colágeno UC-II também pode ser usado por seres humanos, obviamente em uma suplementação própria, diferenciada da que os animais consomem.

 

Dentre os mais conhecidos tipos de colágeno existem quatro, onde o Colágeno tipo II é ideal para tratar problemas articulares O colágeno é a proteína que mais está presente no organismo humano. Fatores como a velhice, doenças autoimunes e inflamações podem deteriorar essa proteína do corpo e é preciso fazer a reposição para não sofrer com os sintomas.

 

Os benefícios do Colágeno UC-II são os seguintes:

 

  • Age como anti-inflamatório
  • Alivia as dores articulares
  • Traz mais elasticidade às cartilagens
  • Auxilia na nutrição das cartilagens
  • Renova a produção de cartilagem

 

É preciso ressaltar que o colágeno consumido por humanos alcança mais efeitos no organismo em sua forma hidrolisada. Isso significa que as moléculas de colágeno já foram “quebradas” pelas de água, já na fabricação do suplemento, e assim podem ser melhor absorvidas pelo corpo.

 

O Colágeno UC-II é uma saída perfeita para as dores de articulação em animais. Se perceber que o seu pet mostra qualquer dos sintomas, se você mora em lugar mais frio, ou se o bicho já tem mais idade, não hesite em dar-lhe este poderoso suplemento!

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Saúde no nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Postagens

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Fitness no nosso blog.