Lecitina de Soja: Entenda o que é? Para que serve?

Nos ajude e Avalie Este Post:

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, nem todas as gorduras fazem mal à saúde. Embora elas sejam ricas em calorias, a fonte de extração e a função delas no organismo pode classifica-las como boas ou ruins para o corpo. As do tipo vegetal, conhecidas também por “insaturadas” além de não se depositarem na região abdominal, são capazes de abastecer os músculos de energia, regular a temperatura corporal, fortalecer o sistema imunológico, manter a elasticidade da pele e ainda proporcionar maior sensação de saciedade. Elas são essenciais para o bom funcionamento do organismo, pois há vitaminas, como A e D, por exemplo, que só se dissolvem na gordura, e a lecitina de soja é um bom exemplo deste tipo de lipídio. Porém para obter o máximo de benefícios é preciso consumir os tipos corretos nas quantidades adequadas.

O que é Lecitina?

A lecitina é um lipídeo produzido pelo fígado, mas nem sempre em quantidades suficientes. Ela é utilizada pelo sistema circulatório e sistema nervoso, e é muito importante para o corpo, pois faz parte da membrana celular, que auxilia na formação dos tecidos orgânicos. Para ajudar o organismo a evitar a falta dessa gordura, ou mesmo, suprir sua carência, é possível consumi-la através de alimentos como a gema do ovo e a soja, porém, a quantidade ingerida somente na alimentação ainda é pequena, e, por isso existe a suplementação dessa substância.

Ela é extraída geralmente da soja, pois esse processo é mais simples do que através da gema do ovo, e, trata-se basicamente de uma gordura obtida através do grão da planta, durante o processo da extração do óleo de soja, e possui, além dos benefícios naturais da substancia, algumas propriedades provenientes da soja que potencializam seus efeitos e são capazes de atuar na prevenção de doenças.

Quais os Benefícios da Lecitina de soja?

A lecitina participa de atividades vitais no nosso organismo. Ela é importante para o bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso. Estudos apontam que ela auxilia na prevenção de doenças como Alzheimer e outras demências. Além disso fortalece órgãos como pâncreas, rins, fígado e renova as células da pele, também ajuda a regular as funções hormonais, e ainda pode impedir a formação dos cálculos biliares. Essa substância, quando extraída da soja, tem suas propriedades incrementadas pelo vegetal, e, se combinada a uma alimentação balanceada e à prática regular de exercícios físicos, pode ser uma grande aliada na perda de peso, pois, reduz os níveis de colesterol e auxilia na quebra de gorduras.

Conheça outros benefícios dessa gordura vegetal:

  • Ajuda no controle dos níveis de colesterol: Estimula o metabolismo das gorduras combatendo o colesterol alto. Ela combate o acumulo de gorduras nas paredes das artérias de todo o corpo. Assim, também previne doenças como infartos e acidente vascular cerebral.
  • Rico em Ômega 3 e 6: Esses nutrientes diminuem os riscos de ataque cardíaco e depressão. Além disso, melhoram circulação sanguínea e ainda diminuem as taxas de triglicerídeos e colesterol.
  • Melhora o funcionamento cerebral: Por conter colina, uma das vitaminas do complexo B, age como estimulante cerebral e melhora a memória.
  • Contribui para o bom desempenho do fígado: Como ela impede o acúmulo de gorduras, combatendo o bloqueio das artérias, tanto a lecitina quanto a colina presente em sua composição, conseguem proteger o fígado de danos, e, auxiliam na liberação das toxinas do órgão, melhorando seu funcionamento.

Como consumir?

A lecitina é amplamente utilizada para auxiliar tratamentos. Embora seja produzida naturalmente pelo organismo, nem sempre as quantidades são suficientes, por isso, é extremamente importante consumir alimentos que ajudem a repor os níveis dessa substância, porém a suplementação é a melhor forma de obter o total aproveitamento de suas propriedades, pois ela é extraída em sua forma mais pura e com os benefícios da soja agregados. Ela é facilmente encontrada na forma de grãos, pó ou cápsulas, e recomenda-se ingerir antes das principais refeições.

Curtiu ? Ficou curioso ? Leia mais sobre Saúde no nosso blog.