Pílulas da beleza: suplementos cosméticos realmente ajudam o cabelo crescer mais rápido?

Nutricosméticos prometem fortalecer a estrutura dos fios e até mesmo combater a sua queda através de vitaminas essenciais

“Os cabelos são a moldura do rosto”, esse ditado popular exprime bem o impacto que uma bela cabeleira – ou a falta dela – pode fazer à imagem. A auto estima e até mesmo estilo pessoal estão intimamente ligados à aparência dos fios para boa parte das pessoas, e nós brasileiros, estamos entre os consumidores mais ávidos por novidades que ajudem à deixá-los ainda mais bonitos. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), mesmo com a queda do consumo, ainda estamos entre os maiores compradores deste tipo de produto no mundo. A verdade é que mesmo com orçamento apertado, o brasileiro reserva parte de suas economias para manter o visual em dia e, justamente por isso, a grande aposta do setor é o investimento em nutricosméticos – complexos vitamínicos e pílulas que prometem, entre outras coisas, melhorar aspectos estéticos através da suplementação de nutrientes. Porém, é possível solucionar problemas como a queda de cabelo e dificuldade de crescimento com a simples ingestão de suplementos?

Como funcionam

De acordo com a nutricionista Michele Nogueira da Nature Center, estes produtos visam sobretudo “atender carências nutricionais que impactam diretamente na aparência. A queda e dificuldade de crescimento dos fios, unhas quebradiças e alguns sinais na aparência da pele podem ser decorrentes de uma dieta pobre em vitaminas e outros nutrientes.”

Quando a causa do enfraquecimento dos fios é decorrente da carência nutricional, tratamentos com cosméticos na extensão dos fios podem não ser suficientes – é preciso tratar, literalmente, a raiz do problema. E é justamente neste ponto que os nutricosméticos prometem agir, tratando o problema “de dentro para fora”. Nessas situações, a alimentação adequada ou a suplementação de nutrientes pode ser bastante eficaz, pois é capaz de regular e equilibrar funções que estejam comprometidas pela falta de vitaminas.

“Para se ter uma ideia, até 60% do fio do cabelo é composto por aminoácidos – nutrientes formados a partir das proteínas obtidas através da alimentação. Como são essenciais para o processo de construção e manutenção dos fios, uma dieta pobre em determinados alimentos pode impactar diretamente sob a saúde dos fios. Somados à maus hábitos como fumo e situações de stress frequentes, o crescimento dos fios pode ser prejudicado.” – explica a nutricionista

A proposta dessas pílulas é ofertar vitaminas e sais minerais em uma única capsula, normalmente ingeridas uma vez ao dia. Elas prometem aturar nas principais etapas de construção e manutenção dos fios, reduzindo a quebra e o ressecamento, aumentando a hidratação da fibra capilar e combatendo problemas que afetam o couro cabeludo.

Suplementos cosméticos ajudam no crescimento de cabelo

Beleza começa na mesa

É indiscutível que a alimentação adequada é fundamental tanto para a saúde do organismo como para a aparência física – como dizem, somos o que comemos. Especialmente quando se trata da beleza dos cabelos, determinados alimentos são fundamentais para fornecer matéria prima para construção dos fios. É importante destacar que a alimentação equilibrada é essencial pois nenhum alimento isolado é capaz de fornecer todos os nutrientes necessários. Para que a síntese dos aminoácidos resulte nutrição direta aos fios, é importante que o organismo disponha de:

  • Vitaminas do Complexo B: responsáveis por regular o metabolismo celular, essas vitaminas são essenciais, ou seja, não são produzidas pelo organismo e precisam ser adquiridas através da alimentação. Estão diretamente relacionadas ao fortalecimento dos folículos capilares, justamente por isso, a sua deficiência está relacionada à queda de cabelo. Dentre as principais, destacam-se Pantenol (vitamina B5), vital para saúde do couro cabeludo, e a Biotina (vitamina H) – fundamental para produção de queratina, principal componente da construção dos fios. Essas vitaminas são muito indicadas no combate à alopecia e podem ser encontradas em alimentos como: banana, batata, cereais integrais, leite, gema do ovo e proteínas animais como leite, miúdos e o salmão;
  • Vitamina A: responsável pela produção de tecidos, está diretamente relacionada ao crescimento dos fios. Quando o organismo apresenta deficiência dessa vitamina o cabelo começa a ficar fraco e quebradiço, o que pode retardar seu crescimento. Conhecida também como Retinol, essa vitamina regula a produção sebácea, que influencia na oleosidade do cabelo, bem como na sua elasticidade. É possível encontrá-la principalmente em vegetais como acelga, espinafre, brócolis, em frutas como o abacate, caju, mamão e melão e também em legumes como a abóbora e a cenoura.
  • Vitamina E: potente antioxidante, além de prevenir o envelhecimento precoce é capaz de eliminar toxinas do organismo e fortalecer o sistema imunológico. Essa vitamina é capaz de melhorar a circulação sanguínea, o que favorece a irrigação e oferta de nutrientes ao couro cabeludo. Pode ser encontrada no couve, alface, germe de trigo, soja e amendoim.
  • Sais Minerais: micronutrientes como o Selênio agem sinergicamente com outras vitaminas e trazem grandes benefícios ao organismo, inclusive no combate à doenças crônicas. Também está relacionado à melhora da condição sanguínea, agindo sob vasos e artérias. Assim como o Cobre, é fundamental para reparar o vigor da fibra capilar. Ambos estão presentes em alimentos como carnes de peixe e frutos do mar, sementes de girassol, nozes e amêndoas.
  • Hidratação: Especialmente ao fazer uso de nutricosméticos, beber muita água é fundamental para que essas vitaminas sejam digeridas pelo organismo e cheguem à corrente sanguínea. Boa parte delas são classificadas como hidrossolúveis – ou seja, necessitam de água para que o corpo seja capaz de absorvê-las. Além disso, a desidratação é um dos maiores inimigos dos fios. Boa parte das mulheres preocupa-se em hidratar frequentemente os cabelos, mas esquecem que a ingestão de líquidos é indispensável para que o cabelo se mantenha saudável e com brilho.

O cabelo realmente cresce mais rápido?

Perder cabelo é normal – de acordo com especialistas, a queda dos fios faz parte do processo natural que envolve desde seu crescimento (etapa mais longa), até a estagnação e, por fim, a queda. É comum perder cerca de 100 fios de cabelo diariamente, sem que isso afete a saúde ou aparência capilar. Porém, quando essa queda é muito significativa, aparente e muito volumosa, deve-se consultar um dermatologista para analisar qual a possível causa do problema.

Essas situações podem ser derivadas de diversas causas – stress, pré-disposição genética, doenças do couro cabeludo, uso de medicamentos, procedimentos químicos como tintura e alisamento, entre muitos outros. Porém, quando o problema é consequente da carência nutricional ou distúrbios alimentares, a adequação da dieta e o uso de suplementos, desde que orientados por um nutricionista, podem de fato ajudar a reestabelecer a saúde capilar.

A impressão do crescimento “mais rápido” se dá pela eficácia dos nutricosméticos em equilibrar o estado nutricional – com a falta de vitaminas essenciais, o cabelo cresce bem abaixo da taxa normal de cerca de 1 centímetro por mês. Quando são feitas mudanças alimentares e uso da suplementação, em poucos meses o indivíduo recupera seu estado nutricional e o cabelo passa a crescer num ritmo mais acelerado, dando a impressão de que os fios “cresceram mais rápido”. Na verdade, ele se recuperou e entrou num ritmo de crescimento normal – o que não deixa de ser um excelente resultado. Além disso, o fortalecimento da fibra faz com o que os fios se tornem menos propensos à queda, aumentando seu volume e resistência.

Porém, o grande diferencial dos nutricosméticos é a praticidade em incluir tantas vitaminas na alimentação de forma equilibrada, suprindo o aporte de diversos nutrientes em uma única cápsula. Todavia, é essencial consultar um nutricionista para elaborar um plano de dieta a combinação de alimentos e analisar a real necessidade da suplementação.

Qualquer um pode tomar?

Apesar da ingestão de vitaminas ser altamente benéfica para o organismo, o uso de suplementos deve ser sempre acompanhada por um profissional de saúde, especialmente porque a automedicação e falta de atenção à dieta podem surtir efeitos colaterais.

Quando ofertadas em excesso, determinadas vitaminas podem sobrecarregar o organismo e trazer efeitos indesejáveis e até mesmo contrários ao esperado. Por isso, somente um profissional de saúde como o nutricionista será capaz de analisar quais alimentos já estão inclusos na alimentação, e então determinar a maneira mais segura de ofertar os nutrientes necessários e, se for caso, indicar a suplementação para saúde capilar. Apesar de não apresentar grandes riscos, determinados grupos devem atentar-se ainda mais à essa questão por estarem restritos a ingestão de determinados alimentos, como alérgicos, diabéticos, idosos, gestantes e nutrizes.

Porém, a indústria cosmética tem investido em tecnologia e inovação de produtos afim de trazer benefícios de maneira segura e natural. Quando integram um tratamento alinhado à hábitos saudáveis e a cuidados essenciais, os nutricosméticos são um grande aliado a beleza, trazendo resultados mais rápidos e duradouros.

Gostaria de fortalecer seu cabelo utilizando Nutricosméticos? Compre agora no site da Nature Center

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *