Como preparar marmitas saudáveis e práticas para a semana toda

Não é fácil encontrar refeições nutritivas ou lanches saudáveis por aí, principalmente com um preço acessível, por isso, muita gente vem aderindo à um velho hábito dos trabalhadores e levando suas próprias refeições para a empresa. Uma pesquisa do Instituto Data Popular apontou que no último ano o número de pessoas que trocaram o almoço em restaurantes pelas marmitas caseiras aumentou 26%. Essa alternativa, além de ser mais saudável também é muito econômica, principalmente para quem está de dieta ou fazendo uma reeducação alimentar, mas muita gente ainda culpa a falta de tempo como um dos principais fatores que impedem de incluir essa prática em suas rotinas.

A maioria das pessoas que levam marmita preparam no dia anterior, aproveitando as sobras da janta, outras preferem preparar no mesmo dia, com alimentos frescos e cozidos na hora. Mas, quando não há o costume de jantar ou a pessoa estuda a noite e chega tarde em casa, fica difícil separar um tempo para realizar o preparo dos alimentos. Para isso, uma boa alternativa é preparar remessas que durem a semana toda, pois isso agiliza muito o processo e torna tudo mais prático. Veja como se organizar:

Planejamento é o segredo

Separar algumas horas, em um dia na semana que o tempo livre seja maior, para preparar tudo é o primeiro passo. Nesse dia será feita toda a organização para saber quantas marmitas serão suficientes e o que deve ter em cada uma delas, assim como a quantidade dos alimentos para cada refeição. Esse é o momento certo para entender como é sua rotina diária e qual é seu objetivo. O cardápio vai depender se o seu intuito é emagrecer, fazer a manutenção do peso ou adquirir hábitos alimentares saudáveis. Sem planejamento não há resultados e quanto mais organizada for essa etapa mais rápida será a execução.

Mãos à obra

Nessa hora não tem muito mistério, é só preparar, embalar e congelar. A dica é variar no cardápio para não ficar enjoativo. Isso não significa que você deve ter uma opção diferente para cada dia, mas é possível mudar as combinações e fugir do arroz com feijão básicos incluindo legumes e verduras para complementar o prato e agregar valor nutricional. Quanto mais colorido for o resultado final mais atrativo será na hora da refeição.

As saladas são importantes, mas não devem ser colocadas no mesmo recipiente da comida, pois, na hora de esquentar ela irá murchar. Outro detalhe é levar o molho a parte para temperar apenas na hora em que for consumir. Vale lembrar que as folhas devem estar bem secas para preservar a crocância, e sempre é melhor rasga-las com as mãos ao invés de cortá-las com a faca.

Refrigerantes não são nenhum pouco saudáveis e se a intenção for, além de gastar menos, melhorar a saúde ou diminuir o peso, o ideal é corta-lo de vez, ou então diminuir a frequência do consumo. Sucos em pó ou aqueles prontos de caixinha também não são uma boa opção por possuírem níveis elevados de açúcar. A melhor alternativa é optar por sucos naturais ou chás gelados como o chá verde e o chá de hibisco que já possuem versões instantâneas.

cha-hibisco-cha-branco-600x150

Cuidados

Para quem vai transportar a refeição todos os dias até o local de trabalho vale investir em uma bolsa térmica, que garantirá a temperatura do alimento por um tempo maior. Outro detalhe importante é o recipiente, pois, os potes de plástico comum, ao serem aquecidos ou resfriados, eliminam substâncias prejudiciais à saúde. O melhor é utilizar potes de vidro ou de plásticos especiais

Alternativas saudáveis

De nada adianta economizar no almoço e pedir aquele lanche da padaria no meio da tarde. Além de sair da dieta e continuar gastando dinheiro, não é um hábito nada saudável. Entre a hora em que se chega ao trabalho até o almoço e depois dele até o momento de ir embora devem haver lanches que ajudam a controlar a fome e proporcionam os nutrientes que o corpo precisa para ter energia e disposição ao longo do dia. Nesses casos pequenas marmitas são ótimas aliadas, pois nelas conterão a quantidade adequada para o horário, impedindo os excessos e as tentações como doces, salgados ou petiscos industrializados. Uma fruta é sempre a melhor opção e o ideal é optar pelas mais práticas como banana e maça ou frutas desidratadas como a goji berry, por exemplo.

2 comments on “Como preparar marmitas saudáveis e práticas para a semana toda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *